Saiba como deixar a estrutura de sua faculdade menos ociosa

Tempo de leitura: 6 minutos

Há muito pouco tempo, discutir a questão de vagas ociosas em faculdades era simplesmente desnecessário. Eram os anos da explosão do FIES, dos subsídios às instituições e não havia falta de alunos, pelo contrário! Quanto mais vagas fossem abertas, mais eram ocupadas, e o dinheiro fluía para investir na abertura de novas turmas, laboratórios e outras estruturas, contratação de docentes e funcionários.

Mas, nos últimos anos, é nítido que uma crise se abateu sobre as faculdades. Se sua instituição lidava antes com abundância de alunos, hoje você se vê em busca de soluções criativas para captação de alunos. E, talvez mais importante, sem permitir que a ociosidade se transforme em prejuízo na qualidade acadêmica.

Neste texto, você será apresentado a formas de deixar a estrutura de sua faculdade menos ociosa, com foco na captação de alunos. Para que você nem pense em desmontar o que construiu nos últimos anos, seja na parte física da instituição, seja na área de recursos humanos.

Captação de alunos deixa a estrutura de sua faculdade menos ociosa

Faculdade
Faculdade

Parece óbvio, mas não é. Ao se deparar com uma queda no número de matrículas, muitas faculdades entram em desespero e começam e focar em cortar gastos em vez de melhorar sua captação de alunos.

Pior ainda, descuidam tanto dos atuais alunos que acabam gerando ainda mais vagas ociosas, entrando em um círculo vicioso rumo ao abismo. Quando, no entanto, deveriam estar fazendo justamente o contrário.

Fidelização de alunos e realocação de recursos

Manter os alunos já matriculados é tão ou mais importante que trazer novas matrículas. Afinal, são pessoas que confiaram o bastante em sua instituição a ponto de investir tempo e dinheiro consideráveis nesta parceria. Por isso, chega a ser desleal não oferecer atenção integral a este aluno.

Lembre-se que em momentos de crise a concorrência fica acirrada e o aluno matriculado hoje pode muito bem ser a vaga ociosa de amanhã.

Dessa forma, trate de manter um relacionamento estreito com este aluno. Capacite os funcionários para um atendimento mais humano, diminua a burocracia nos serviços, informatize o que for possível, diversifique a comunicação para atingir os canais que os alunos utilizam.

E, principalmente, parte da estrutura ociosa da sua faculdade pode ser remanejada para atender estes alunos. Ofereça cursos extras, por exemplo. Com bolsas para os melhores colocados de cada turma e um valor camarada para os demais, preenche salas e ocupa docentes, gerando recursos e valorizando a experiência acadêmica.

Encante o seu aluno engajando-o cada vez mais com a faculdade, seja nas salas de aulas, nos ambientes físicos da instituição, no blog ou nas redes sociais. A faculdade precisa estar sempre presente na vida do aluno, desse modo os benefícios proporcionados pela instituição e os conhecimentos nela adquiridos jamais serão esquecidos.

A captação de mais alunos

Se garantir a permanência dos alunos afasta a sangria de recursos, isto apenas não basta. É preciso pensar em captar alunos – e fazer isso além do básico. Ou seja, além de pagar divulgação em veículos de mídia, descontos e ofertas de bolsas, o que mais pode ser feito?

Como foi dito anteriormente, uma matrícula é um contrato de confiança entre o aluno e a sua faculdade. Para ele apostar sua educação – na verdade, seu futuro – em sua instituição, ele precisa visualizar o retorno que terá.

E isso não significa apenas sua formação e carreira. Mais do que isso, um jovem se importa muito com a vivência que vai ter na faculdade, as experiências que vivenciará. Esta vivência precisa fazer parte do processo de captação.

É onde entra a captação de alunos online.

Fazendo captação online

Uma vez que é inviável levar todos os interessados em conhecer sua faculdade até o campus. Já está bem estabelecido que manter uma presença na internet é fundamental. Mas isso todas fazem. Como se diferenciar?

O site de sua instituição deve ser mais que apenas uma grade de cursos, informações de contato e belas imagens de prédios e gramados. Seus futuros alunos precisam ser atraídos não só pelo que sua faculdade é, mas também pelo que ela diz. E isso só se consegue com um bom blog e atuação maciça nas redes sociais.

Tanto no blog, quanto nas mídias sociais, apesar da aparência de informalidade, sua atuação deve ser centrada em inbound marketing, em marketing de conteúdo. Isto é, a publicação de assuntos relevantes a fim de converter leitores em matrículas.

Por outro lado, para que essas conversões se concretizem, além de um ótimo sistema de gestão de usuários e clientes, você vai precisar também de um departamento comercial afinado ao objetivo principal, que é a captação de alunos.

Estruturando as ações do time comercial

Finalmente, uma vez que você tenha um fluxo de usuários em suas redes, é hora de captar. Ou seja, é hora de transformar simples visitantes em potenciais alunos. E potenciais alunos em alunos matriculados.

Para que isso aconteça, sua faculdade precisa ter pessoal treinado e as melhores ferramentas de gestão para o serviço. Afinal, que adianta o melhor conteúdo, ser muito visualizado e compartilhado nas redes, se nada disso se transforma em alunos para sua faculdade?

Você precisa formar um time capaz de vender a escola, prospectar jovens interessados nos cursos oferecidos e, ao mesmo tempo, craques em atendimento. Um contato atencioso, pode nem se transformar em matrícula em um primeiro momento. Mas pode fazer o aluno retornar depois analisar a concorrência.

Dessa forma, você tem agora um conteúdo que atrai os jovens, uma equipe que domina a linguagem das redes e o contato com esses jovens e um sistema de gestão com foco na captação de alunos. É o suficiente?

Gerenciar atividades de captação

Por fim, é preciso que você, o gestor, saiba como acompanhar o time de captação. Como será a comunicação entre a equipe, deles com os alunos/futuros alunos e deles com você? Como você poderá avaliá-los? Como avaliar se a conversão está sendo feita a contento?

É preciso centralizar todo esse tráfego de informações em um sistema informatizado. Claro, fácil de usar e compatível com todos os dados que virão da captação.

Em suma, estrutura ociosa ou não, aproveite estas dicas para profissionalizar seu pessoal.  Transforme seu site em um verdadeiro gerador de matrículas!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *